Barros 1950

445,00 

  • Região

    Douro, Portugal

  • Ano

    1950

  • Álcool

    0,2

  • Capacidade

    0,75

Castas tradicionais do Douro.
Carlos Alves
Colhidas à mão no seu ponto óptimo, as uvas são desengaçadas, esmagadas e vinificadas segundo um processo que assenta numa cuidada maceração com extracção de cor, taninos e aromas das películas, complementado por permanentes remontagens durante a fermentação. Esta decorre em lagares, a uma temperatura controlada entre os 28-30ºC, até atingir o grau Baumé desejado. Nesta fase, procede-se à adição da aguardente vínica (benefício), dando origem a um vinho fortificado. Vinho de elevada qualidade, proveniente de uma só colheita. Estagia em madeira durante períodos de tempo variáveis, nunca inferiores a 7 anos, sendo posteriormente engarrafado mediante as solicitações de mercado.
Muito leve na cor, com laivo âmbar. Nariz delicado e de grande qualidade, onde confluem os aromas a frutos secos, as notas de madeira e casca de laranja confitada. Agradavelmente fresco e equilibrado no paladar. Macio e aveludado, com final de maravilhosa persistência.

Informação adicional

  • Região

    Douro, Portugal

  • Ano

    1950

  • Álcool

    0,2

  • Capacidade

    0,75